O Iluminismo e a Igreja - Papo com Deus - Aqui o Papo é sobre Deus

O Iluminismo e a Igreja

O iluminismo surgiu entre os séculos 16 e 19, trazendo consigo o pós-modernismo.

Era um movimento que apregoava que qualquer coisa que não pudesse ser comprovada cientificamente deveria ser descartada e considerada como superstição, falatório ou fábula.

O iluminismo tem como 3 pilares, liberdade, igualdade e fraternidade.
Com acesso ao conhecimento, as ciências a tecnologia e filosofia, soavam como algo perfeito, mas ao longo da história percebemos que o iluminismo desvalorizou a história da igreja.

Essa mensagem, essa ideologia de Liberdade, igualdade e fraternidade,  de economia mais coerente de políticas sociais mais engajadas teve um som mais atraente mas com o passar dos anos percebemos que o Iluminismo tinha uma escatologia divergente a promover. Uma consumação diferente.

Aos poucos ela foi apagando a história da igreja, tirando a igreja do centro e colocando o homem agora como o centro da história.

Agora a igreja não é mais a fonte histórica, filosófica de sua época. Agora o homem se torna o centro da história.

A partir daí a religião ou cristianismo que na época tinha maior destaque, perdeu significância de vida, passou a ser uma lenda ou apenas uma tradição oral e escrita que fora passado por gerações antecessoras.

Porém devemos nos atentar que o o berço da ciência foi a religião. Os pais da ciência eram cristãos e não tinham nenhum problema com religião x ciência. Essa visão aristotélica ganhou força nos últimos 3 séculos com o pós-modernismo.

A ciência já era praticada e apoiada dentro de mosteiros, por homens cristãos e financiada inclusive pela própria igreja, onde em seu posicionamento  junto a sociedade entendeu que a ciência era uma forma de amenizar o sofrimento do pecado do homem caído e determinado por Deus lá no Gênesis 3.

O professor Adalto Lourenço -formado em Física pela Bob Jones University (1990), Carolina do Sul, EUA. Possui mestrado em Física, obtido na Clemson University (1994) .- referência no assunto criacionismo destaca em seus livros, ‘Como tudo começou’ e  ´A igreja e o Criacionismo´ muitos nomes de cientistas de várias épocas cristãos. Atualmente a TDI, Teoria do Design Inteligente, encontra razões para afirmar que existe uma mente brilhante e Inteligente por trás da criação e condução do Universo. 

Galileu Galilei, físico, matemático e astrônomo italiano – Ele argumentou que não podemos presumir saber como Deus pensa; devemos sair e olhar para o mundo que Ele criou (inaugurando assim o método científico).

A lista é extensa com mais de 200 cristãos cientistas que criaram leis e teorias. Vamos citar abaixo  6 deles:

  • Johannes Kepler (1571-1630), um dos maiores astrônomos
  • Copérnico (1473- 1543), fundador da mundovisão moderna
  • Newton (1643- 1727), fundador da física teórica clássica
  • Ampere (1775- 1836), descobriu a lei fundamental da corrente elétrica
  • Gauss (1777- 1855), um dos maiores matemáticos e cientistas alemães
  • Thomas Edison (1847- 1931), o inventor mais fecundo, 1200 patentes

Portanto, mesmo que a ciência tente ferozmente enterrar Deus, e assim apagá-lo da história a Igreja de Cristo se mantém como o baluarte da verdade resplandecendo a glória do nosso Criador e agora Pai.  

Se você acha ao menos razoável essa exposição, então ajude em oração e propagação do Evangelho de Cristo.

Max Mendes – Examinai de tudo e retém o que é bom 1 TS. 5:21

1 comentário

  1. Tainá Borges 2 de julho de 2020

    Magnífico !! Amei. Estou fazendo faculdade de teologia e queria entender de forma resumida o que o iluminismo fez na história da Igreja !! PARABÉNS

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Estude de um jeito fácil com auxílio de E-books, linhas do tempo, mapas mentais tudo para auxiliar seu entendimento da Palavra de Deus.

Papo com Deus | © 2021 PAPOCOMDEUS, All rights reserved

plugins premium WordPress
Receba os estudos no seu celular
Entrar no Grupo para receber
Home
Revista
Cursos
E-Books
WhatsApp